A cada dia o avanço tecnológico nos oferece mais novidades: uma nova rede social, novas funcionalidades em um aplicativo que já utilizamos, ferramentas online que facilitam o dia a dia na rotina profissional ou pessoal, plataformas que possibilitam desde assessoria jurídica até atendimento psicológico à distância, entre tantas outras inovações. 

Sem dúvidas, entre as mudanças que os últimos tempos trouxeram podemos citar a Internet das Coisas, ou simplesmente, IoT (do inglês, Internet of Things). Já a automação industrial não é nenhuma novidade, surgiu em meados do século XVIII, mas vem ganhando cada vez mais notoriedade. 

Hoje, trouxemos informações sobre essas duas tecnologias para que você compreenda o que melhor se encaixa às necessidades de seus clientes. Acompanhe! 

Internet das Coisas 

A Internet das Coisas é uma tecnologia guiada, obviamente, pela internet. Isso significa que a conexão é o que proporciona os benefícios aos seus usuários e podemos destacar essa como uma grande vantagem já que a cada dia o mundo se torna mais conectado. 

IoT também se refere a uma variedade de objetos e não somente a computadores, notebooks, tablets e smartphones, isto é, com a evolução dos últimos anos é possível, por exemplo, que a conexão chegue à geladeiras e aspiradores de pó.

Falando mais especificamente sobre a aplicação de IoT na indústria, os indicadores são positivos já que a tecnologia permite o acompanhamento em tempo real de dados importantes da operação, além de oferecer a possibilidade de automação. 

No Brasil, a previsão dos especialistas é que o crescimento da Internet das Coisas será de 20% ano até 2022! 

Automação industrial 

Como já dissemos, a automação industrial não nasceu ontem. É uma técnica que começou a ser desenvolvida devido à necessidade de industrializar a produção agrária na Inglaterra, por isso, podemos citar o ano de 1788 como marcante para a automação industrial já que foi nesse momento que um sistema de controle foi testado e aprovado. 

De lá para cá, como você pode imaginar, muita coisa mudou. Tudo o que envolve a automação sofreu grande evolução, diversas ciências e tecnologias surgiram, equipamentos foram desenvolvidos, enfim, com o tempo a técnica foi se tornando parte dos mais variados processos industriais. 

Como escolher entre Internet das Coisas e Automação Industrial? 

Quando falamos sobre processos que envolvem água e energia, devido a importância de cada uma dessas grandezas, é preciso fazer escolhas acertadas e que gerem benefícios como gestão adequada e economia. 

Essa escolha depende das necessidades e também dos objetivos da operação. De um modo geral, IoT é indicada para locais com facilidade de conexão, ou seja, se o projeto em questão estiver situado em uma área remota, certamente IoT não é a melhor opção. 

Se estamos falando de um projeto que possui facilidade de acesso à internet (seja wifi, ethernet, 3G, 4G, GPRS, entre outros), a Internet das Coisas é indicada pela segurança das informações armazenadas na nuvem e pela facilidade de acesso a esses dados. 

Outro ponto positivo em relação à IoT é o baixo investimento inicial. Enquanto a automação industrial requer adequações e configurações – o que aumenta o custo -, a Internet das Coisas requer apenas um hardware centralizador e sensores de acordo com os parâmetros a serem monitorados. 

Alguns pontos precisam ser analisados no momento da tomada de decisão. Por exemplo, se uma empresa utiliza água armazenada em um reservatório em seu processo de fabricação, é importante que os profissionais envolvidos neste trabalho sejam avisados quando o nível de água estiver baixo, correto? Com conexão à internet, a IoT pode não somente enviar este alerta como também armazenar dados importantes como o horário em que o alerta foi emitido, ou seja, a possibilidade de consultar as informações posteriormente torna o processo ainda mais seguro. 

Para finalizar, é importante ressaltar que a automação industrial vem, cada vez mais, implantando projetos que contam também com IoT, ou seja, o futuro da automação convencional será conectado. 

Como você pode ver, de imediato, a Internet das Coisas é uma escolha que gera mais vantagens e facilidades. Para a tomada de decisão, o que recomendamos é uma análise minuciosa e, claro, ter em mente que a melhor opção é sempre oferecer o que proporciona mais benefícios a seu cliente. 

Quer bater um papo sobre o assunto? Entre em contato conosco e fale com um de nossos consultores especializados em Internet das Coisas para operações de água e energia.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *