Monitoramento de água: o que é e como fazer?

A G Hidro é uma empresa que trabalha com monitoramento de água e energia, portanto, esses assuntos são muito abordados aqui em nosso blog. Mas sempre há o que dizer sobre um tema tão importante, né? 

O monitoramento de recursos hídricos tem se tornado cada vez mais presente no dia a dia de indústrias, condomínios, fazendas, entre outros. Consequentemente, os prestadores de serviço da área estão vendo a demanda desse serviço crescer, mas sempre surge a dúvida: por que e como fazer? 

Se você quer saber mais sobre o assunto, está no lugar certo. Acompanhe nosso texto! 

O que é monitoramento de água 

O monitoramento de água é uma atitude que busca observar e acompanhar dados quantitativos e qualitativos importantes para a realizar a gestão desse bem tão precioso. 

O monitoramento pode ser realizado manualmente e automaticamente e também é possível optar quais são as informações mais importantes a serem monitoradas. No caso de poço artesiano, por exemplo, nível, volume e vazão são dados fundamentais. Já se o objeto a ser monitorado for um reservatório, nível costuma ser um dado essencial – a não ser que dados qualitativos como pH e temperatura também sejam importantes para a operação. 

Vantagens de fazer monitoramento de água

A importância da preservação dos recursos hídricos e meio ambiente no geral dispensa comentários, né? Então, de imediato, podemos dizer que a principal motivação para monitorar água é a conservação ambiental. 

Se pararmos para pensar que no Brasil existem mais de 2,5 milhões de poços artesianos já dá para imaginar que o monitoramento de água é uma ação importante, não é mesmo? 

Além disso, mas ainda dentro do tema meio ambiente, os órgãos ambientais – justamente pelo motivo citado acima – estão cada vez mais rigorosos e exigentes em relação à utilização de águas subterrâneas.

Há ainda outros motivos para monitorar recursos hídricos, entre eles, podemos destacar os seguintes: 

  • Segurança: quando falamos sobre segurança, estamos falando sobre segurança hídrica e também operacional já que o monitoramento permite controle total da operação, além disso, é possível agendar manutenções preventivas e evitar as corretivas;
  • Eficiência: ter informações completas sobre a operação permite aumentar a eficiência, afinal, dessa forma é possível realizar adequações de equipamentos, horas trabalhadas, entre outros; 
  • Economia: a troca de equipamentos do poço, o melhor uso do nível do reservatório, conhecimento dos melhores horários para consumo, enfim, os dados oferecidos permitem economia de, no mínimo, 15%. 

Como monitorar água 

Analisando todas as vantagens que esse serviço oferece, certamente você está pensando que a implementação do monitoramento de água é trabalhosa e cara. 

Temos uma boa notícia: o valor é acessível e a instalação dos equipamentos é simples! 

Se a tecnologia pode facilitar, por que optar por dificultar, não é mesmo? 

Quando o CEO da G Hidro idealizou uma empresa que disponibilizasse o que há de mais moderno para a telemetria de água e energia foi pensando justamente nisso, afinal, a cada dia as empresas buscam mais ferramentas que otimizem sua gestão. 

Para realizar o monitoramento é necessário um hardware em campo que trabalhará juntamente a sensores colhendo as informações e um software que apresentará as informações para acompanhamento em tempo real. 

A central de monitoramento Hidrohub foi desenvolvida por nossa equipe, assim como a plataforma Hidroview. Por isso, nada melhor que falar com um consultor G Hidro para entender melhor as aplicações do monitoramento de água. Vamos bater um papo?

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *